Casa Venturini

Casa Venturini – Histórias para harmonizar e contar

Definido o posicionamento da marca que passaria a adotar um Galo Mágico como logo, sugerimos que a cada lançamento, todo rótulo deveria ter uma história diferente para contar.

Foi assim com o Le Bateleur (Mágico, 1º carta do Tarot de Marselha), com o Sauvignon Blanc (Arlequim), com Merlot (Ford T), Vivere (Pássaros) entre outros.

Todas essas histórias são baseadas e se entrelaçam sobre um fato ocorrido na Serra Gaúcha, mais precisamente em Flores da Cunha, atualmente a maior produtora de uvas viníferas do país e carinhosamente conhecida como a Terra do Galo:

“Dizem que no ínicio do século XX um mágico que por lá passava prometeu cortar a cabeça de um galo e ressucitá-lo em praça pública. O Prefeito e o Padre, prontos para capitalizar diante do fato inusitado, pararam a cidade e transformaram a Igreja em palco para o milagre anunciado. De um lado o Prefeito segurou a cabeça e do outro, o Padre abraçou o corpo do galo. Num golpe certeiro o mágico separou as partes. Nesse instante, disse ter esquecido o pó milagroso em seu Ford T e ágil, correu sorrateiro para buscá-lo. À platéia que esperava aprensiva, restou ouvir e ver ao longe o som e a luz do calhambeque deixando a cidade com a bilheteria na mala.”